Na busca de obrigar o Estado de Pernambuco a realizar concurso público para contratar servidor público, visando ocupar cargo na Secretaria de Saúde do Estado (SES), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e o Sindicato dos Médicos (Simepe) estão requerendo em ação civil pública que o Estado seja obrigado a promover o exame.

O MPPE e o Simepe concluíram que a política adotada pelo Governo relega a saúde pública em segundo plano, e que não há um planejamento adequado. Na ação, ambos requerem a promoção do concurso para ocupar todas as vagas abertas que, no caso do cargo de médico são mais de 500 vagas.

O Sindicato ainda apontou que o Governo de Pernambuco está burlando o concurso público, porque está contratando médico por prazo determinado e empenho. O pedido é para que o Estado promova imediatamente o exame, e que se abstenha de manter os contratos precários.