Governo assina liberação para contratação de médicos

O Sindicato dos Médicos (Simepe) informa que o Governo do Estado assinou na quarta-feira (28/03), a
liberação para realização de uma seleção simplificada visando a contratação de um grande coeficiente de
médicos e demais profissionais de saúde para a rede estadual. A medida foi adotada após um trabalho de
reivindicação integrado, envolvendo entes importantes, como o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Cremepe, além do Simepe e toda sua categoria. A confirmação das contratações é um retorno importante para o cenário crítico relatado à gestão estadual. Isso vai ajudar bastante a recompor as diversas escalas que estão defasadas em grandes unidades, como os hospitais Barão de Lucena, na Iputinga; e Agamenon Magalhães, em Casa Amarela. Representando sua base e defendendo a oferta adequada dos serviços, o Simepe ressalta que essa medida é para resolver o cenário caótico e urgente deste momento, mas que isso não impacta na necessidade da realização do concurso público que se faz necessário para profissionais de saúde.

Médicos da rede municipal de saúde de Camaragibe

Representantes do Simepe se reuniram nesta quarta-feira (28/03), com os médicos  da Atenção Primária da Rede Municipal de Saúde de Camaragibe. Os profissionais manifestaram indignação em relação às reduções de salários e da gratificação do SUS, precarização dos vínculos empregatícios, além das condições precárias de trabalho, insegurança nas unidades de saúde, desabastecimento de medicamentos e de insumos.  Durante a reunião, os médicos  enfatizaram aos representantes do Simepe,  os problemas recorrentes com a diminuição de colegas plantonistas no CEMEC-Centro. O Sindicato dos Médicos convocou uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para segunda-feira, dia 02/04, às 20h, com os médicos vinculados à rede municipal de saúde de Camaragibe. O objetivo é ampliar as discussões e definir rumos do movimento, bem como lutar por melhorias pela qualidade da assistência  à saúde da população.

Direito à correção do PAVP “congelado” e pagamento do retroativo

O Estado de Pernambuco impõe aos médicos um “congelamento” de gratificações sob a rubrica PAVP (Parcela autônoma de vantagem pessoal). Este congelamento é ilegal, e por isso você tem direito de buscar a correção e ressarcimento. Assim, se você possui no seu contracheque algum valor com a sigla PAVP, então você tem direito à correção, bem como ao pagamento dos valores retroativos até o limite de cinco anos (60 meses). A Defensoria Médica do Simepe (DM) está à sua disposição. Ligue para 3322.7095 e agende uma consulta com um dos nossos advogados.

Médico, o Sindicato é você! Não há sindicato sem luta. Não há luta sem sindicato!
Recife, 01 de abril de 2018