Em virtude das denúncias feitas pelos médicos do Cabo de Santo Agostinho de contratações temporárias para o lugar daqueles que foram aprovados em concurso público, o Simepe acionou a Defensoria Médica, para ingressar com representação junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público Estadual (MPPE), visando  a nomeação imediata dos médicos concursados. O Simepe  ressalta também que se trata de uma questão de relevância social e interesse coletivo dos médicos e da população assistida  pelo serviço de saúde pública do município.

Fonte: Simepe