Representantes da Comissão de Assuntos Políticos (CAP) deliberaram em reunião nesta quinta-feira (29/11), em Brasília, sobre o Projeto de Lei 10.853/2018, que dispõe sobre o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), para assegurar aos graduados em Medicina que ingressem os programas de Residência Médica, em todas as especialidades, a extensão do período de carência ou a suspensão da amortização do financiamento.

De acordo com o representante da Federação Médica Brasileira (FMB), Waldir Araújo Cardoso, “a Entidade tem grande preocupação com o endividamento dos jovens médicos que se formam com o empréstimo do FIES. Este projeto dá fôlego financeiro para ele continuar sua formação cursando a Residência Médica “, afirmou. O projeto está na Comissão de Educação do Câmara dos Deputados desde o dia 19 de outubro de 2018.

O último encontro da Comissão este ano será em 19 de dezembro. A FMB integra a CAP com a participação de seu ex-presidente Waldir Araújo Cardoso e de sua secretária de Finanças, Malu Davi.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa)