A Secretaria de Saúde de Caruaru irá disponibilizar pelo menos 60 vagas para médicos do Programa Saúde da Família (PSF) nos próximos meses. A meta é que o edital para a seleção seja lançado até o primeiro semestre deste ano. O objetivo principal do certame é substituir os profissionais em esquema de contrato temporário e aumentar a oferta de médicos do programa no município.

Anteriormente, foi programado pela secretaria uma seleção simplificada, mas a ideia foi modificada para um concurso. Caruaru tem 43 equipes do PSF e em apenas uma delas há médico concursado. Nas demais, os profissionais são temporários – mesmo assim, apenas 32 equipes contam com médicos. Devido à falta de profissionais foi preciso ser criado um rodízio. “O que está acontecendo hoje é duas equipes sendo atendidas por um médico”, explicou a diretora de Atenção à Saúde, Valéria Perez. A diretora ressaltou que cada equipe deve ter um médico, um enfermeiro, um técnico em enfermagem, um dentista, um técnico de saúde bucal e seis agentes de saúde.

A secretária de Saúde do município, Cristina Sette, rebateu que a situação atual não é a ideal, mas que tem melhorado. “Em novembro eram 20 equipes com médico e 23 sem e isso já mudou. A tendência é diminuir ainda mais”, afirmou. Segundo ela, Caruaru comporta até 85 unidades de saúde da família, mas no planejamento para este ano as equipes devem chegar a 60 e no ano que vem podem aumentar ainda mais. “Só podemos implantar mais unidades dependendo do concurso e do número de aprovados”, frisou.

Fonte: Folha PE