O corpo clínico de evolucionistas do Hospital Helena Moura, localizado no bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife, esteve reunido com o diretor executivo do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Walber Steffano, e denunciou irregularidades na unidade. O grupo colocou em pauta que no Hospital há, além do descumprimento de resoluções, uma excessiva carga de trabalho.

Entre os principais pontos trazidos na reunião destaca-se o grande número de pacientes que são evoluídos por cada profissional, quantitativo que ultrapassa e muito a resolução do Cremepe que versa sobre o tema. Apresentados os problemas, ficou definido que o Simepe aguardará a reunião que está agendada entre os médicos e a direção do Hospital.

De acordo com Walber Steffano, caso não haja uma definição para a solução dos problemas da unidade, o Simepe encaminhará a questão ao Conselho Regional de Medicina para averiguação e demais providências.