Na noite desta quinta-feira (08/08), os médicos plantonistas vasculares e da clínica médica do Hospital Getúlio Vargas (HGV) se reuniram, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), com representantes do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) e Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), na sede da entidade. Após ativo movimento da categoria, os médicos conquistaram um importante ganho: a recomposição das escalas de plantão, até então deficitárias.

Com muita força, a categoria se uniu, junto ao Simepe e Cremepe, para cobrar a gestão estadual o chamamento de profissionais especialistas clínicos e vasculares, visando diminuir a sobrecarga de trabalho e proporcionar atendimento mais adequado aos pacientes do HGV. A equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES) recebeu as demandas, levadas pelas entidades, e estudou as possibilidades para atender as necessidades urgentes da categoria.

Serão chamados 15 médicos para atender a emergência da clínica médica, além de sete vasculares. A convocação terá início no final do mês de agosto e visa recompor as escalas de plantão e evolução dos pacientes das áreas amarela e vermelha.

Por unanimidade, a categoria acatou a proposta da SES e aguarda a ida desses profissionais para o HGV. A reunião foi conduzida pelo vice-presidente da entidade, Walber Steffano, o diretor executivo, Eraldo Arraes, o advogado da Defensoria Médica, Ricardo Santos, e o conselheiro do Cremepe, Carlos Eduardo.

“Após esse resultado, conquistado após o período de manifestação da categoria, eles conseguiram ganhos fundamentais. Foi anunciado pela SES o chamamento de 15 clínicos para a emergência e mais sete vasculares. Foi um movimento extremamente grandioso, que vai recompor as escalas das emergências e dar tranquilidade para o atendimento médico”, ressalta o vice-presidente Walber Steffano.

Reunião na SES

IMG_4515
A readequação das escalas de plantão dos médicos vasculares e da clínica médica do HGV foram discutidas, na manhã desta quinta-feira (08/08), entre representantes do Simepe, Cremepe, equipe médica e equipe técnica da SES, na sede da Secretaria.

Com muita firmeza, médicos que atendem a essas especialidades explicaram ao secretário estadual de saúde, André Longo, a dura realidade diária na emergência do HGV. Juntos, discutiram as necessidades para a melhoria do serviço e a redução da alta demanda desses profissionais.

A equipe da Secretaria vai promover uma reunião com médicos vasculares que atendem ao Hospital Barão de Lucena (HBL), Getúlio Vargas (HGV) e Restauração (HR) no próximo dia 19/08, às 14h30, na SES. Na ocasião, visam discutir questões importantes sobre a emergência desta especialidade, a gestão de leitos e modelos ideais para evolução dos pacientes.