Em greve há mais de 40 dias, os Médicos da Rede Municipal de Saúde do Recife, junto com representantes do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), deliberaram pela continuidade da greve por tempo indeterminado. A Assembleia Geral Extraordinária (AGE) aconteceu na manhã desta quarta-feira (07/11), na Associação Médica de Pernambuco  (AMPE).

45720680_351122858790962_6871232419811295232_n

A AGE foi comandada pelo presidente do Simepe, Tadeu Calheiros; a vice-presidente, Claudia Beatriz; e as diretoras executivas Lissandra Moura e Malu David. Além dos Médicos, vários pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que frequentam as unidades da PCR participaram e deram depoimentos sobre suas experiências na saúde municipal.

A categoria reivindica por melhorias na segurança das unidades de saúde; abastecimento de medicamentos e insumos; requalificação das unidades; e reajuste salarial, com equiparação salarial com o Estado, e das escalas médicas. É importante ressaltar que a Prefeitura descumpriu o Termo de Compromisso firmado em janeiro deste ano com o Simepe.

Uma nova AGE será realizada na próxima quarta-feira (14/11), às 9h, no auditório do Simepe.