Na noite desta terça-feira (27), o diretor executivo do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Eduardo Magalhães, esteve reunido, juntamente ao advogado da entidade, Diego Galdino, com os representantes da Junta Médica de Olinda.

O encontro teve como objetivo discutir as atribuições do exercício profissional no município. Foi relatado pelos presentes, dentre demais queixas, a falta de segurança, estrutura precária além de dinâmicas de trabalho distribuídas equivocadamente. Os profissionais tiveram seus questionamentos atendidos e esclarecidos pelo representante da assessoria jurídica do Sindicato.

O diretor do Simepe mostrou-se preocupado com os depoimentos dos médicos presentes no encontro e destacou a importância das denúncias serem realizadas oficialmente ao Sindicato. “Precisamos tomar conhecimento de como essa Junta está funcionando, e neste caso parece que essa dinâmica não está adequada e acaba causando conflitos no funcionamento do serviço público no município. É preciso que tenhamos um momento com a administração do serviço para obtermos maiores esclarecimentos dessa situação”, pontuou Eduardo Magalhães.

Foi deliberado que será elaborado um levantamento completo da legislação que rege a categoria bem como a averiguação de um representante técnico junto ao Conselho Regional de Medicina (Cremepe) para assim realizar o encaminhamento de um ofício à Secretaria de Saúde de Olinda. Uma nova reunião será agendada posteriormente.