Reunidos em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), os Médicos concursados do município do Paulista optaram por não aceitar a proposta apresentada pela Secretaria de Saúde e Prefeitura Municipal referente às reivindicações da categoria. O presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Tadeu Calheiros, o diretor executivo, Eduardo Magalhães, e o advogado da Defensoria Médica, Diego Galdino, conduziram a reunião e debateram as propostas da gestão do Paulista e as indagações apresentadas pelos médicos.

A categoria entendeu que algumas questões levantadas pela Secretaria eram positivas, mas, no geral, ainda não eram adequadas. O Simepe pretende se reunir em breve com a Secretaria de Saúde do município para levar os questionamentos e as situações apontadas pelos médicos concursados, visando a continuidade da negociação.

2