A diretoria do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) esteve reunida na noite desta terça-feira (18/09) com médicos vinculados à rede municipal de saúde de Caruaru, no Agreste do Estado. O encontro foi realizado no auditório da Sociedade de Medicina de Caruaru, no bairro Universitário e contou a presença do advogado da Defensoria Médica (DM), Vinicius Calado.Representada pelo presidente Tadeu Calheiros; pela vice-presidente Claudia Beatriz; pelo diretor executivo Walber Steffano; e pelos diretores da regional Caruaru, Paulo Maciel e Renato Menezes; a entidade médica relatou sobre as negociações estabelecidas com representantes das secretarias de Saúde, Administração, Controladoria e da Fazenda da cidade de Caruaru, no último dia 04/09.

O presidente Tadeu Calheiros fez uma análise das negociações com os gestores municipais de saúde. Entre essas questões estiveram incluídas questões relacionadas com condições de trabalho, melhoria da estrutura física das unidades de saúde, déficit nas escalas, sobrecarga de trabalho, concurso público, equipe de transferência e a proposta de reajuste salarial plurianual.

A vice-presidente Cláudia Beatriz, avaliou como positiva a reunião e disse que houve uma participação significativa da movimento da base, onde foi apresentada as respostas da reunião com os gestores de Caruaru. “ É importante frisar que aprovamos uma contraproposta de reajuste salarial, com escalonamento que visa a reposição dos índices inflacionários até o ano de 2020, agregando a toda remuneração do médico, bem como continuaremos a pauta de reivindicações das condições de trabalho, visitas as unidades de saúde, nos aproximando e conhecendo a realidade da saúde de Caruaru”, ressaltou.

O diretor regional de Caruaru, Paulo Maciel, pontuou que diante da atual crise da saúde, os médicos não estão apenas preocupados com o reajuste salarial, mas fundamentalmente com questões de condições dignas de trabalho, tanto para os profissionais como para os pacientes. “ Ficou bem claro que a nossa luta no dia a dia envolve problemas de requisição de exames, encaminhamentos/transferências, falta de medicamentos e insumos básicos, além da valorização profissional” enfatizou.

Ao final do encontro, os médicos presentes aprovaram uma contraproposta de reajuste salarial plurianual que será encaminhada ao Governo Municipal de Caruaru, através de oficio, e aguardará uma sinalização para uma nova reunião.