Em assembleia, na manhã desta quinta-feira (27/07), os médicos de Petrolina decidiram por unanimidade manter o movimento por melhorias nas unidades de saúde, concurso público, melhor abastecimento de medicamentos e reajuste escalonado para os próximos três anos da gestão com o intuito de equiparação salarial com os demais municípios.

Ficou deliberado ainda o envio de ofícios solicitando reunião com o prefeito para tratar desses temas, assim como para o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a fim de mostrar a realidade enfrentada pelos médicos do município no que diz respeito às precariedades das unidades de saúde.