Médicos plantonistas das emergências, urgências e maternidades da Prefeitura do Recife se reuniram na noite desta segunda-feira; 22.10 com o presidente do Simepe, Tadeu Calheiros, para discutir a falta de condições de trabalho, déficit de escalas, sobredemanda, além da falta de insumos e medicamentos. A reuniao contou ainda com as presenças do diretor Executivo José Tenório e do advogado Diego Galdino, da Defensoria Médica.
.
Os profissionais reclamaram da situação precária e da falta de estrutura em que se encontram as unidades de saúde, com plantões supelotados de pacientes, comprometendo a qualidade do atendimento.

* Os médicos da Prefeitura do Recife estão em greve há 32 dias e realizaram AGE, na quarta-feira (dia 24.10), às 09h, na sede da AMPE, no bairro da Boa Vista.