O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) vem a público repudiar o descaso vivenciado pelos médicos peritos, que estão há oito meses sem receber seus honorários, sob a desculpa inaceitável da imposição de limites orçamentários.

É função e responsabilidade dos Poderes Constituídos atuarem diligentemente e sem escusas inaceitáveis, no adimplemento imediato do quantum atinente aos honorários destes profissionais. É inadmissível que uma categoria profissional seja prejudicada desta forma, por uma clara falta de planejamento e de prioridades.

É direito evidente e expresso que, uma vez que os serviços foram legalmente prestados, os médicos peritos sejam devidamente remunerados. Esses profissionais desempenham um trabalho fundamental para a nação brasileira, analisando e entregando pareceres fundamentais – com respeito, imparcialidade, ética e base científica – para o Juízo – em causas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e relativas a outras matérias.

O Simepe, representando sua base e ciente de seu papel histórico de luta, ressalta seu orgulho e valoração pelos médicos peritos e não se furtará a buscar soluções para esse cenário lamentável. A situação já foi encaminhada à Defensoria Médica da entidade, que está tomando todas as medidas cabíveis para a resolução desta distorção inaceitável.