Na noite desta quinta-feira(10/10), o vice-presidente do Simepe, Walber Steffano e o advogado da Defensoria Médica, Diego Galdino, se reuniram com um grupo de médicos radiologistas plantonistas da Emergência do Hospital De Ávila, localizado no bairro da Madalena, no Recife.

Os profissionais vieram discutir e avaliar sobre a proposta apresentada pela gestão do hospital referente ao pagamento dos salários atrasados desde maio passado, cujo montante passa dos R$ 150 mil. O Hospital De Ávila quer pagar a dívida trabalhista parcelada em 20 prestações tanto às pessoas físicas como as jurídicas.

Os médicos rejeitaram a proposta, por entender que está aquém das expectativas para liquidação do débito. Ao final das discussões, os médicos radiologistas juntamente com o Sindicato vão encaminhar uma contraproposta em busca da solução do impasse, caso contrário entrarão com uma ação na Justiça do Trabalho.