A Comissão de Honorários Médicos de Pernambuco (CEHM) inicia nesta sexta-feira (18), a abertura de negociação, com as empresas operadoras de planos de saúde, após assembleia geral dos médicos que trabalham com métodos intervencionistas e diagnósticos por imagem no Estado, no auditório da Associação Médica (AMPE).

A categoria aprovou, também, a adoção da CBHPM vigente (2012), manutenção dos acordos celebrados que contemplem condições de avanços para a categoria, bem como aguardar resposta das operadoras de planos de saúde, em um prazo máximo de 30 dias corridos.

O evento coordenado pelo Sindicato dos Médicos (Simepe) contou com a participação expressiva da categoria e dos presidentes das entidades médicas: Mário Jorge Lobo (Simepe), Mario Fernando Lins (CEHM),Helena Carneiro Leão (Cremepe), Silvia Costa Carvalho (AMPE)  e Paulo Borba, da Sociedade de Radiologia de Pernambuco.

Durante mais de duas horas, os médicos opinaram sobre várias questões que envolvem o segmento e pediram orientações à  CEHM e Defensoria Médica do Simepe sobre do movimento a ser desencadeado junto às empresas de planos de saúde. “Os conflitos fazem parte desse jogo de negociação. O mais importante é o médico ter consciência de que o resultado vai depender da força e unidade de todos”, afirmou Mário Jorge.

Os radiologistas destacaram que estão confiantes nessa disputa, com o objetivo de conquistar resultados positivos, mesmo sabendo das dificuldades a serem enfrentadas durante as negociações.  “A situação está difícil. As clínicas estão enfrentando problemas em virtude das demanda de  exames e procedimentos médicos. Todavia, estamos confiantes na adesão da categoria”, frisou Paulo Borba.

Por sua vez, Mário Fernando Lins voltou a defender a adoção da CBHM 2012, questionando os valores pagos pelas empresas aos médicos que  trabalham com métodos intervencionistas e diagnósticos por imagem. “ Vamos negociar com todos, buscando sempre o diálogo e o bom senso.  O importante é que encontremos um denominador comum para os médicos e operadoras”, ressaltou.

A próxima Assembleia Geral está marcada para o próximo dia 21 de fevereiro.