Em busca de avanços importantes e urgentes em Olinda, a direção do Simepe se reuniu, nesta tarde de terça-feira (11/06), com a atual secretária de saúde e representantes da equipe técnica da saúde. Representando o Sindicato dos Médicos, estiveram presentes a presidente Claudia Beatriz; o secretário geral da entidade, Tadeu Calheiros, e o diretor executivo Fernando Junior.

O encontro ocorreu na sede da pasta no município e tratou questões prioritárias para a categoria, como o reajuste salarial, segurança no trabalho, realização de concurso público para solucionar o grave deficit profissional na rede. Além disso, foram discutidas também intervenções necessárias nas infraestrutura das unidades, a exemplo do Samu – que chegou a ser interditado, de forma inédita no país, em 2016 – bem como no SPA de Peixinhos, unidades de Saúde da Família; todos esses pontos nevrálgicos da rede de assistência de Olinda. Na ocasião também se abordou a abertura da Maternidade Brites de Albuquerque, fechada há cinco anos.

Essa foi a primeira reunião do Simepe com a nova gestão da pasta, que já teve outros secretários durante o mandato da atual prefeitura – o que acabou por gerar descontinuidade do diálogo destas pautas prioritárias. Com isso, a entidade retomou as negociações nesta terça, apresentou o difícil panorama vivido pelos profissionais e pacientes da cidade. Na oportunidade, a secretaria de saúde informou está fazendo um esforço para melhorar a situação de abastecimento de medicamentos e insumos na rede municipal.

Ao final do encontro, ficou definida uma nova reunião já agendada para o início de julho, o Sindicato convocará Assembleia Geral Extraordinária (AGE) com a base, no mesmo período.