A presidente do Simepe, Claudia Beatriz, participou na tarde desta quinta-feira (12/09) de audiência de instrução na Promotoria de Justiça da Cidadania e Defesa de Saúde do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), juntamente com representantes da Secretaria de Saúde do Recife. A audiência foi coordenada pela promotora de Justiça, Ivana Botelho. O objetivo principal foi discutir as medidas que estão sendo adotadas pela gestão municipal do Recife, para melhorar a segurança nas Unidades de Saúde da Família (USF), após visitas realizadas pelo Sindicato em 2018 e denúncias encaminhadas ao Cremepe e a Prefeitura da Cidade do Recife.

De acordo com a  presidente Claudia Beatriz, a insegurança nas unidades de saúde é um dos graves problemas apresentados pelos médicos em assembleias, são relatos que vão de agressões verbais ou física, até casos de roubos, furtos e assaltos à mão armada. Ela pontuou que, a entidade médica solicitou à Secretaria de Saúde do Recife para participar das reuniões do Comitê de Gerenciamento de Risco, da qual esteve presente em 19 de agosto passado e além disso, quer acompanhar a implantação das câmaras de segurança nas unidades de saúde.

unnamed“ É importante frisar a participação de dois diretores do Simepe no Comitê de Gerenciamento de Risco, pela possibilidade de acompanhamento das ações desenvolvidas em áreas de risco, e pela possibilidade de levar as denúncias que chegam ao sindicato, de modo a contribuir para outras ações sejam implantadas e que tragam maior segurança aos profissionais de saúde e usuários do SUS. Queremos que todas as unidades tenham condições de segurança eficiente e que os profissionais possam trabalhar de forma tranquila”, ressaltou.
Por fim, os representantes da gestão municipal informaram que foram instaladas câmaras de vídeo monitoramento em 58 unidades e que até o final deste ano serão em 65 unidades. No prazo de 10 dias devem encaminhar ao MPPE a relação das unidades com cronograma da implantação, bem como o quantitativo de unidades previstas para continuidade da ação em 2020.