Simepe, SOGOPE e obstetras do CISAM lutam para recompor escalas de plantão

A crise na rede materno infantil voltou a ser discutida na tarde desta segunda-feira (02/04), na sede do Simepe. O presidente do Simepe, Tadeu Calheiros, os médicos obstetras do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros – CISAM-UPE e a representante da Associação dos Ginecologistas e Obstetras de Pernambuco (SOGOPE) estiveram reunidos, com objetivo de debater os problemas gerados pelo atual déficit de pessoal na escala de plantão daquela unidade da rede estadual de saúde.

Os médicos estão preocupados com a superlotação e a sobrecarga, bem como o impacto negativo na quantidade e qualidade da assistência prestada aos pacientes diante da falta de recomposição nas escalas, decorrente de exonerações e aposentadorias de servidores. Eles solicitaram a intervenção do Simepe junto ao Governo Estadual, para agilizar a entrada de novos colegas que foram aprovados em concurso público da UPE em agosto de 2017.

Durante a reunião, o presidente do Simepe, Tadeu Calheiros, relatou as dificuldades constantes na rede materno infantil de Pernambuco e fez questão de ressaltar sobre a assinatura na semana passada, através do Governo do Estado, da liberação para realização de uma seleção simplificada visando a contratação de um grande coeficiente de médicos e demais profissionais de saúde para recompor as diversas escalas que estão defasadas em grandes unidades, como os hospitais Barão de Lucena, na Iputinga; e Agamenon Magalhães, em Casa Amarela. Calheiros frisou que, a medida foi adotada após um trabalho de reivindicação integrado, envolvendo entes importantes, como o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Conselho Regional de Medicina (Cremepe), além do Simepe e toda sua categoria.

Diante da exposição dos problemas enfrentados pelos médicos obstetras do Cisam, o Simepe vai encaminhar ofícios às secretarias estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI), de Saúde (SES), além da Superintendência do Complexo Hospitalar da UPE, no sentido de recompor as escalas das equipes, ofertando assim melhor qualidade na assistência na prestada à população. *Nova reunião agendada pela o dia 16/04, às 15h, no Simepe.

Compartilhe:

Fique por dentro

Notícias relacionadas