Nesta quarta-feira (3), foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária do Simepe, representada pela vice-presidente Ana Carolina Tabosa, a secretária-geral Claudia Beatriz e os diretores Adilson Morato e Rodrigo Rosas, com os médicos contratados por prazo determinado pelo Estado de Pernambuco. Na reunião, foi deliberado por aguardar a resposta do ofício enviado à Secretaria de Administração (SAD) pedindo o reajuste dos valores pagos aos médicos contratados, a valores que se equiparem aos médicos concursados do estado.

O Simepe compreende que esses médicos estão expostos a mesma jornada dos médicos servidores, bem como tem a mesma responsabilidade ética profissional e enfrentaram os mesmos ambientes insalubres e a pandemia. São profissionais que, na sua maioria, aguardam o chamamento de um concurso público e também foram fundamentais no enfrentamento à pandemia.  Entendemos tratar-se de um pleito justo e moral. Nosso sindicato seguirá atento aos novos desdobramentos.