Chegou a Pernambuco a 12ª remessa de doses de vacinas contra a Covid-19 destinadas ao público pediátrico. Na tarde desta quarta-feira (09/03), mais 60.900 doses do imunobiológico da Pfizer foram entregues na sede do Programa Nacional de Imunizações (PNI-PE) e já estão sendo separados para o envio aos municípios pernambucanos. O montante recebido deve ser utilizado para finalização dos esquemas vacinais, com aplicação de segunda dose, em todos os grupos etários dos 5 aos 11 anos.

A vacinação infantil no Estado, com as doses da Pfizer – a primeira que recebeu autorização para uso em crianças-, teve início no dia 14 de janeiro. “Chamamos a atenção dos gestores municipais e dos responsáveis por essas crianças que a partir da próxima semana inicia-se o período de aplicação da segunda dose daqueles meninos e meninas que iniciaram seus esquemas vacinas nos primeiros dias da campanha, com este imunizante. A segunda dose do imunizante da Pfizer deve ser ministrada após 8 semanas da primeira aplicação”, reforça a superintendente de Imunizações, Ana Catarina de Melo.

“A estratégia de cada território deve estar atenta para buscar este público e ofertar a segunda dose em tempo oportuno. Não devemos dar brecha para criação de bolsões de crianças desprotegidas”, acrescentou.

No Brasil, podem receber a vacina Coronavac as crianças de 6 a 11 anos, exceto as imunossuprimidas, que devem receber exclusivamente a vacina Pfizer. As crianças de 5 anos, também só podem receber o imunizante da Pfizer. Até esta terça-feira (08/03), foram aplicadas 515.857 primeiras doses (cobertura de 43,63%) e 25.132 segundas doses (2,13%), no público pertencente à faixa etária de 5 a 11 anos.

DOSES RECEBIDAS – Do início da campanha, em 18 de janeiro de 2021, até o momento, Pernambuco já recebeu 20.466.583 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 5.341.920 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz; 4.287.253 da Coronavac/Butantan; 8.359.560 da Pfizer/BioNTech; 563.300 doses da vacina pediátrica da Pfizer; 947.240 doses da vacina da Coronavac/Butantan para as crianças e 940.310 da Janssen.

Fonte: Secretaria Estadual de Saúde